quarta-feira, 13 de março de 2013

Conmebol perde Autonomia

Não demorará para a Conmebol, a nossa confederação sul-americana de futebol, perder por completo sua autonomia. A Conmebol tem "mão mole". Primeiramente, no caso da morte de Kevin Espada, em Oruro na Bolivia, no confronto entre San Jose e Corinthians, com uma decisão de medíocre para pior. Segundo, na resposta contra a equipe do Milionários/COL, onde torcedores do clube atiraram objetos em campo, sendo que um deles atingiu um dos assistentes. Terceiro, o incidente ocorrido na capital uruguaia, onde torcedores do Velez/ARG e Peñarol/URU arremessaram pedras e outros objetos na arquibancada. Alem é claro, de outras tantas já ocorridas onde a "mamãe" Conmebol passou a "mão na cabeça" dos infratores. O que vai servir como precedente de que a Conmebol não tem soberania alguma sobre os clubes e as competições travadas em solo Sul-Americano, e que é permissiva em se tratando de segurança nos estádios. Exemplo disso foi o ocorrido no jogo entre Caracas/VEN e Grêmio/BRA pela Copa Libertadores ontem dia 12/03/2013, onde câmeras flagraram torcedores com lança-chamas dentro do estádio.

Torcida do Caracas leva lança chamas ao estádio contra o Grêmio (Foto: Reprodução SporTV)
Torcida do Caracas usa lança-chamas livremente nas arquibancadas do estádio (Foto: Reprodução SporTV)

Agora não adianta mais dizer que as imagens são alarmantes, desagradáveis ou que são surpreendentes. Não se surpreendam!!!! É disso para pior meus caros. O sentimento e a certeza de impunidade não demora a contagiar demais torcidas na America Latina. 
A Conmebol só tem interesse em encher os cofres, e não, em tomar decisões que permitam modelar  novos e conscientizar antigos torcedores. Agora é segurar "o cavalo pelo rabo".






Um comentário:

  1. O futebol sulamericano so em queda. Por isso os europeus nao se importam com mundial de clubes.
    O importante pra eles é a champions e pronto.

    ResponderExcluir